top of page
  • Foto do escritorLarissa Roggia

A importância de ir além dos livros de autoajuda

Todo movimento visando um auxílio pode ser bem-vindo, ao nos colocar a refletir sobre aspectos de nossas vidas e nos impulsionar para um processo evolutivo.  Pode ser um despertar para uma forma diferente de viver, para novas possibilidades.


Embora esses recursos possam fornecer algum incentivo, é importante ter cuidado para não seguir cegamente as dicas de outras pessoas e se sentir frustrado se não obtiver os resultados esperados.  Inclusive, existem explicações para isso!


Cada sujeito tem uma constituição psíquica única que se constrói na relação com seus cuidadores desde seus inícios. Assim, soluções ofertadas por esses manuais podem não fazer sentido para um universo tão singular que é o mundo interno de um indivíduo. 


Além disso, somos atravessados pelo nosso inconsciente, uma parte desconhecida, que nos direciona a certos caminhos e destinos que podem entrar conflito com nossa vontade consciente de mudança. Por esta razão, muitas vezes, repetimos certas ações e sentimentos quando gostaríamos de ser diferentes. 


Diante disso, a verdadeira mudança passa por nos conhecermos melhor, de uma maneira mais profunda, para assim, podermos evoluir, dentro daquilo que faz sentido para nossa realidade particular. E esse processo de autoconhecimento poderia partir de uma autoajuda, no sentido de um desejo do sujeito de se ajudar. Mas é preciso, principalmente, ter a disponibilidade de aceitar a ajuda do outro, de alguém preparado, que vai nos auxiliar nesse mergulho para dentro de nós mesmos.



ความคิดเห็น


bottom of page